sábado, 13 de julho de 2013

Fragile Things - Short Fictions and Wonders


Terminei mais um livro do Neil Gaiman. Esse eu já tinha começado no início do ano, só que acabou demorando mais porque parei a leitura no meio... Mas não teve problema, porque é um livro de contos. Como no Brasil ele foi dividido em dois, foi como se eu tivesse lido o 1º volume no começo do ano e o 2º agora – só que eu li em inglês mesmo, em volume único.

Fragile Things. Uma coisa sobre nomes de coletâneas é que a gente não sabe o que esperar a partir deles. Muitas coisas são frágeis, eu não tinha como saber especificamente como sem ler o livro inteiro primeiro. E fiquei boa parte da leitura sem saber. Até que, faltando um conto pra acabar, entendi.

São sentimentos. Memórias. Coisas que são capazes de derrubar ou levantar uma pessoa. Coisas para as quais, às vezes, nem damos importância, mas que se mostram gigantes. Já é uma característica forte nas coisas do autor, mas em Fragile Things eu tive a impressão de que tudo era muito mais forte e nítido. Cada conto dava uma sensação imensa de memória, nostalgia, traumas ou coisas boas que foram responsáveis pelo crescimento do personagem de cada história. Alguns chegam a partir o coração, outros dão uma sensação de superação bem legal.

O mais legal é que, sendo Neil Gaiman, tudo isso pode vir cercado de muita magia, mistério, coisas sobrenaturais, mitologia, e tudo o mais que der pra imaginar. Aliás, acho que eu sempre espero isso das coisas dele, o que me surpreendeu algumas vezes quando vi que alguns contos eram tão pé no chão, tão “sem mágica” que foram um baque. Vai ver era essa a intenção, né...)

Teve de tudo, contos sobre seres sobrenaturais em New Orleans, sobre o ponto de vista de Susan com relação ao que aconteceu com seus irmãos (em sua ida definitiva pra Nárnia, no final dos livros), sobre um homem superando sua paixão por uma mulher depois de muitos anos, sobre um cara que acordou na Matrix (esse conto, inclusive, foi escrito em 1999 na divulgação do filme), sobre uma sociedade secreta que resolveu comer uma fênix, e por aí vai... Tem de TUDO.

Pra encerrar o livro, um conto derivado do livro American Gods (um dos meus preferidos). Muito, muito bom voltar a esse universo, quase como matar saudades! E me deixou ainda mais ansiosa pra tal série que dizem que a HBO vai fazer... 

Nome do livro: Fragile Things - Short Fictions and Wonders
Autor: Neil Gaiman
Páginas: 339
Editora: Harper
Nota no Skoob: 5/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário