quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Deuses Americanos (American Gods)


Muito tempo lendo, mas não muito o que dizer. Afinal, estou falando de American Gods, um dos meus livros favoritos! Não tem que falar nada, tem que ler. Hehehehe

Enfim, foi a segunda leitura que fiz do livro. A primeira foi quando comprei, há alguns anos (não lembro exatamente :S). Uns meses atrás saiu a notícia de que a HBO está começando a produção pra transformá-lo em uma série, e aí bateu a vontade de ler de novo, pra relembrar detalhes (e não duvido que vou ler de novo antes da série estrear).  E a segunda leitura é aquilo que a gente sabe: muita coisa que passou batido da primeira vez chama atenção, coisas que antes a gente não tinha conseguido entender ficam mais claras, coisas que a gente leu, entendeu e gostou mostram outras facetas. E, no caso de um livro que fala sobre deuses do mundo todo (sim, porque a América é isso, o lugar onde o mundo todo se encontra), claro que sempre vai ter um jeito novo de ver uma cena que pra gente já é velha.

Sempre que alguém me pergunta no que eu acredito, se eu sou religiosa, de que religião eu sou e coisa do tipo, me dá vontade de falar “vá ler American Gods”. Meu plano mais recente de tatuagem é uma citação de lá. Acho que nunca me encontrei tanto em um livro quanto nesse.  

Deuses? Os deuses vêm de um lugar, existem por um motivo. Eles vêm do coração do homem. E eles existem porque o homem acredita. E acreditar tem um poder que muita gente nem imagina...

Não acho que é o caso aqui fazer um resumo do livro, contar um pouco da história do livro pra ver se alguém interessa por ela. Resumo e release é o que mais tem por aí. E, como o Mr. Ibis (ou Tot, pra quem tiver “inclinações egípcias”) anota em seu caderninho: uma história bem contada é como um mapa de uma região. Se você dá muitos detalhes, o mapa acaba ficando idêntico à região, e acaba se transformando nela própria. E aí se torna um mapa inútil.

Ou seja, leiam American Gods, por que se eu contar acaba a graça.

“People believe, thought Shadow. It's what people do. They believe. And then they will not take responsibility for their beliefs; they conjure things, and do not trust the conjurations. People populate the darkness; with ghosts, with gods, with electrons, with tales. People imagine, and people believe: and it is that belief, that rock-solid belief, that makes things happen.”


(preciso comentar que acho que a capa da edição brasileira tirou toda a graça que a capa original tinha. Essa imagem da estrada com relâmpagos diz mais sobre o livro do que os predinhos que colocaram na edição daqui ¬¬)

Nome: American Gods
Autor: Neil Gaiman
Editora: Harper Torch
Nota no Skoob: 5/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário