segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Totalmente Subjetivo

A capa do meu é diferente, mas só achei essa online...

Mulheres. Cores. Dias. Tudo muito subjetivo.

Esse é um livro bem curtinho, com 10 páginas onde as cores circulam o texto e mandam no que a gente vê. Sim, o tema do livro são as cores, cuja interpretação cada um tem a sua, dependendo da história de vida, tendências, mundos particulares. Uma única cor pode significar coisas bem diferentes pra pessoas distintas. Assim, já na primeira página a autora avisa: isso não é um guia ou uma lista com regras, mas um convite a pensar no que cada uma das cores significa pra quem lê.

Um tempo atrás, vi no Catarse (ele de novo) o projeto da Chris Peter para um livro sobre o uso das cores. Só não contribuí porque estava apertada na época, além de não ser muito da área. Eu teria um livro bonito, mas talvez sem uso. Aí comprei este, Totalmente Subjetivo, e comecei a pensar se não me enganei feio... Ainda que seja curto, a sugestão do que cada cor pode significar me deu muita vontade de me aprofundar mais nisso.

Aprofundar. Ir mais fundo.


Não sei vocês, mas essa ideia de ‘profundo’ me soa extremamente feminina. Me faz pensar em coisas implícitas, sugeridas, intensas, fortes, mas nem sempre óbvias. Sutis. Como tudo que é feminino. Não à toa, cada cor no livro corresponde à imagem de uma mulher e um texto com suas impressões, que dá impressão de estarmos em contato com sensações e sentimentos muito profundos delas. Branca, Rosa, Verde e Amarela. Ás vezes recolhidas ou temerosas, as vezes bem vivas e enérgicas. Cada uma com sua devida porcentagem de cores básicas (porque a maioria das cores é uma mistura de várias outras, né? O que me faz pensar em tons e nuances – exatamente como as pessoas)

Nome: Totalmente Subjetivo
Autora: Chris Peter
Marsupial Editora

Nenhum comentário:

Postar um comentário