segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Contos de Fadas


Na onda da leitura escolhida para o mês de janeiro, acabei decidindo ler outro livro: a coletânea Contos de Fadas, da editora Zahar.

Como ia ler um livro explicando contos de acordo com a psicanálise (motivo de eu ficar tanto tempo sem postar - comentário já já!), achei muito útil preparar essa leitura conhecendo os contos como eram contados antigamente, e não só de acordo com a versão da Disney. E gostei de essa coletânea ainda mostrar versões diferentes do mesmo conto, como a "Chapeuzinho Vermelho" de Perrault e a dos irmãos Grimm.

Vamos às impressões:
(eu poderia dizer 'spoilers!', mas acho que não existem mais spoilers quando se fala de contos de fadas)

- Sabe todo esse papo de contos de fadas serem machistas, bobos, etc e tal? É culpa do Perrault. hahahaha Não por ele ter sido assim intencionalmente, mas porque era parte da sociedade onde ele estava inserido, e ele ter sido um escritor da corte. Tudo que ele fez foi para agradar a nobreza e dar lições de moral. Inclusive cortar detalhes importantes. Fica de registro histórico, mas podem ignorar se quiserem um conto simplesmente pra curtir.

- Branca de Neve é uma chata que sempre me irritou na Disney, a única versão que eu conhecia até agora. Começou a me irritar também em Once Upon a Time, mas enfim. Na versão original, ela é uma adolescente normal, até simpática, e o melhor é que ela também tem defeitos, o que a deixa bem mais humana e interessante. Vocês sabiam que a Rainha Má faz 3 tentativas pra pegá-la e ela cai nas 2 primeiras por pura vaidade (sempre salva pelos anões)? E ela não acorda com beijo de príncipe, só pra constar. Agora sim! :)

- A Bela Adormecida dorme por 100 anos. Fazer ela dormir por uns minutinhos só pra fazer sentido ela já ter conhecido o príncipe antes quebra todo o sentido da história, viu, Disney? *aqui eu já to influenciada pelo livro da psicanálise hahaha*

- Como já dito, a Chapeuzinho Vermelho do Perrault é péssima, até porque a história acaba quando o lobo a come. Assim, do nada, subitamente. Fiquei indignada! hahaha Peguem a versão dos irmãos Grimm, muito melhor!

- "A Bela e a Fera" é o conto mais legal de todos, fim. Até na versão moralista do século XVIII. :D

- Hans Christian Andersen fez histórias muito bonitinhas, mas não são contos de fadas no sentido tradicional. São histórias bonitinhas. :P

- "A Pequena Sereia" é um conto LINDO. Sério, vocês podem curtir o filme da Disney, mas ele não chega aos pés do conto original hehehe

- Gente, não tenho nada contra a Disney. Ela fez A Bela e a Fera, O Rei Leão, Pocahontas e Frozen, e eu sempre serei grata por isso hahahaha Mas as versões do estúdio são tão simplórias perto de algumas das versões originais...

Entre outras coisas.


Fiquei ainda mais curiosa com versões antigas de alguns contos, e muito afim de ter uma coletânea dos Irmãos Grimm! (desde que com as 1as versões que eles compilaram, já que eles também editaram vários contos pra adaptar ao que eles consideravam "infantil")

Outra coisa que curti é que o livro contém várias ilustrações dos contos, todas tradicionais e famosas, de autores como Arthur Rackham, George Cruikshank, Gustave Doré, entre outros. 

É uma coletânea bem básica, boa pra quem quiser só conhecer os contos de uma forma mais leve. A edição tem capa dura e é ótima pra enfeitar a estante :D

Lista dos contos que estão no livro: "Cinderela ou O sapatinho de vidro", "Pele de Asno", "O Gato de Botas ou O Mestre Gato", "O Pequeno Polegar", "Chapeuzinho Vermelho" (2 versões), "Barba Azul", "A Bela e a Fera", "A Bela Adormecida", "Branca de Neve", "Rapunzel", "João e Maria", "A roupa nova do imperador", "O Patinho Feio", "A pequena vendedora de fósforos", "A Pequena Sereia", "A princesa e a ervilha", "João e o pé de feijão", "A história dos três porquinhos" e "A história dos três ursos".

A apresentação do livro é de autoria da Ana Maria Machado e o livro tem as fontes dos contos no final.

Nome: Contos de Fadas
Autores: diversos
Editora: Zahar
Páginas: 288
Nota no Skoob: 3/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário